ESPECIAL | Quem protagonizou a primeira capa da revista da Marvel?




Na linha de lançamento, a Marvel lançou dois super herois: o Tocha Humana e o Namor, o Príncipe Submarino. Os dois foram criados no ano de 1939, quando o nome da editora ainda era Timely Comics. O lançamento da dupla foi na primeira revista da empresa, a Marvel Comics nº 1.


namor-01-1968-cover



Namor:
Suas origens estão relacionadas à lendária Atlântida. Namor é filho da princesa Fen — herdeira direta do trono de Atlântida, e filha do Imperador Thakorr — e de Leonard McKenzie norte-americano.


 A espécie humanoide da qual Namor pertence é chamada de Homo Mermanus. Como características principais, têm a capacidade de (somente) respiração submarina, pele azul e olhos escuros, quase um homem sereia. 





A mãe de Namor, belíssima mulher e impetuosa,
ascenderam à superfície para averiguar explosões que ocorriam à capital de
Atlântida. Nesse ínterim, conheceu o capitão McKenzie e se apaixonaram. Após o
‘affair’, ela voltou ao trono grávida. Na Atlântida nasceu Namor – que em
língua atlante – significa “o filho vingador”. Ele nasceu branco como
o pai, com olhos claros que variam entre o azul e o verde. Seus cabelos são
pretos (como os do pai e da mãe); tem aproximadamente 1,85m, corpo esguio e
apêndices nos calcanhares que assemelham-se às asas de aves.





Namor pertenceu aos Invasores,
grupo de heróis que confrontaram na segunda guerra , faziam parte da equipe Capitão
América e Tocha Humana Original. Além de obter o dom de respirar debaixo
d’água, seus poderes incluem sobre-humana agilidade dentro da água, força
descomunal e a capacidade de voar, por meio dos dois pares de pequenas e
resistentes asinhas que possuí em cada um dos calcanhares; sua orelhas são
pontiagudas como a maioria dos atlantes.


TOCHA HUMANA


O primário ficou conhecido como Tocha Humana Original, um androide que podia incendiar seu corpo e voar. Embora de ser um dos fundamentais super-heróis da Era de Ouro, ele teve suas aventuras obstruídas na década de 50.

Apesar de geralmente ser chamado simplesmente de Johnny Storm, o nome real do Tocha Humana é Jonathan Lowell Spencer Storm.

Em conseqüência da exposição aos raios cósmicos que sofreu durante um vôo espacial, Johnny adquiriu o poder de envolver seu corpo em chamas (ao usá-lo geralmente ele grita a frase “Flame on!” que no Brasil foi adaptada para “Em chamas!”). Com o corpo nesse estado ele é capaz de voar, disparar chamas e absorver energia do calor.

Os demais tripulantes do voo (sua irmã Susan, seu futuro cunhado Reed e seu amigo Ben) também ganharam poderes, e decidiram usar seus dons ao serviço da humanidade. Foi então que Johnny resolveu adotar o pseudônimo de Tocha Humana.

Após um tempo, Namor acabou sendo reconstruído como um anti-herói e uma nova versão do Tocha do quarteto fantástico, com o nascimento da Marvel, em 1961. A título de curiosidade, o tocha humana não é o mesmo do Quarteto Fantástico que só surgiu na década de 60, na revista Fantastic Four nº 1.

Comente aqui!!!!