Sem categoria

Análise | American Gods 01×05 – O Inesperado Embate

ATENÇÃO: A ANÁLISE A SEGUIR ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS, SIGA EM FRENTE POR SUA CONTA E RISCO.

Sejam bem vindos para mais uma análise de episódio, e um baita episódio por sinal. Pelo que parece o Bryan Fuller está se superando a cada episódio com o Michael Green, pois a liberdade que eles têm em moldar, desconstruir e reconstruir a obra de Gaiman é incrível. o modo como a história está sendo narrada, distribuindo muito bem o tempo de cada personagem em tela, continuando com os diálogos muito bem estruturados e elaborados, sem deixar as cenas enfadonhas ou desnecessárias, pelo contrário, à cada corte de cena você fica mais ansioso e curioso por mais, sem falar dos maravilhosos efeitos e a fotografia que conseguem passar exatamente o que está descrito no livro. até o que não está no livro é muito bem adaptado no estilo da obra, fazendo até parecer que veio do próprio livro.

O episódio se inicia com uma introdução fantástica em computação gráfica sobre o Deus Nunyunnini, um Deus da antiguidade que foi esquecido, pois os que cultuavam-no morreram em um massacre entre tribos. A história é contada no livro, e sua adaptação em CG ajudou bastante na compreensão do conto.
Logo depois voltamos para a mesma cena de dois episódios atrás: Laura na cama, esperando Shadow. Porém finalmente se desenrolou a cena e tivemos o diálogo entre Laura e Shadow bastante semelhante ao livro, até a cena em que Shadow vai pegar um maço de cigarro para Laura.

Ao voltar, Laura está esperando-o na banheira onde ela deixa bastante explícito que seu corpo está gelado, devido a sua morte.
Também tivemos uma espetacular cena, onde se você tinha alguma dúvida sobre a identidade de Wednesday, ela é revelada agora com um dos corvos indo ao quarto contar o que está acontecendo lá fora. uma cena cômica e bastante interessante.

Logo após, mais reviravoltas com a policia e até interrogatório, Porém todo o interrogatório era uma cilada dos Novos Deuses. Sim, até o momento essa pode até ser considerada a melhor apresentação de personagem até o momento.

Foi uma cena completamente diferente do que algumas pessoas esperavam, pois invés de um embate violento, os Novos Deuses se revelam passivos e até dispostos á uma suposta aliança. No entanto, Wednesday se nega a isso. O que torna tudo isso impressionante e um tanto inesperado.

Pois é, o dia do Shadow nesse episódio não foi muito tranquilo, porém os fãs da obra estão amando o novo estilo que adaptaram ao Shadow. De um cara acanhado e passivo á todas as informações ao seu redor á um autêntico protagonista com seu próprio desenvolvimento dramático.

Mas entre tudo isso. como sempre vemos várias referências ao mundo pop, quase todo episódio e esse não foi diferente com a cena da Media vestida de David Bowie e até citando um trecho de uma de suas músicas. também tivemos a Media de Marilyn Monroe flutuando e segurando seu vestido.

Também vamos falar do respeito entre os Deuses nesse episódio. Realmente impressionante ver o respeito do Mr. World pelo Wednesday e como ele reconhece o seu valor, fazendo assim até o TechBoy se desculpar com Wednesday e com Shadow por enforcá-lo.

Outra coisa interessante que percebemos é que após Mad Sweeney tentar tirar a moeda a força de Laura, descobrimos que ele só pode tê-la de volta como antes se Laura decidir entregá-la por vontade própria. Será que veremos Mad Sweeney com sua moeda de volta algum dia?


Bem, pessoal essa foi a nossa análise, voltaremos próxima semana com a análise de mais um episódio e não se esqueçam, American Gods é lançado na meia-noite do sábado para o domingo e na segunda está disponível para assinantes no Amazon Prime Video. Até a próxima!

Comente aqui!!!!