Sem categoria

Fear The Walking Dead | 3x93x10 (crítica)

É incrível como FearTWD teve uma melhora
significativa em seu terceiro ano. É quase um alívio observar o crescimento não
só dos personagens mas como da série também.



(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Enquanto seu primeiro ano foi
bom, e seu segundo ano foi ok, a terceira temporada se destaca e tem tudo para
se consolidar como mais do que um spin-off da grande TWD.
Enquanto a “mãe” anda tendo
problemas de ritmo e roteiro. A “filha” não parece saber o que é
isso.
 “Problemas? Eu? Magina, Travis. (morta)”

Superado a morte mais do que
bem vinda de Travis. Coincidência ou não, todos os personagens tiveram uma grande
melhora em seus caracteres.



(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Em seu retorno, vemos a nova
comunidade se adaptando a nova realidade. Não se trata apenas de prosperar, mas
de sobreviver e manter a paz. Muito bem pensado trazer logo dois episódios em
sua volta. Nos dando um ótimo desenvolvimento de trama e sequências de ação e
diálogos completamente bem estruturados.
Madison se prova cada vez
mais implacável como líder e estrategista. Mas enquanto ela enxerga preto e
branco temos Alicia se destacando e se provando uma líder nata e
previsivelmente respeitada pelos dois lados. Já disse antes e reafirmo, de
todos os personagens ela é a que mais tem material para crescer e se tornar
essencial a trama.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Nick.. Bem, chega um momento
na vida que temos que descobrir o que queremos ser da vida. E ele, parece ainda
estar descobrindo. Ainda não ficou claro quem é ele na série. O que ele quer
ser ou o que vai se tornar. Por que até então, ele apenas tem seguido a
corrente e na maior parte do tempo indo com os outros. É quase frustrante ver
um dos meus inicialmente personagens favoritos acabar sendo um mala sem alça. Não tem como vê-lo como líder da milícia ou de qualquer coisa.
O exílio de Troy me traz
preocupação. Espero que não seja um desperdício de personagem. E que saibam
traze-lo corretamente de volta. Seu descontrole mesmo que esperado é o único
defeito nesse episódio. Soou rápido e claramente um pretexto de roteiro para ter
um motivo de tirá-lo de cena.
Finalmente temos Victor e seu
reencontro com Madison. Não acho necessário a série explicar o que aconteceu
com ele desde que Daniel o deixou para morrer.   
O reencontro com Daniel não me
parece problemático. Afinal Ofélia está viva. Mas só nos resta esperar.
Com dois episódios logo em seu
retorno. Fear volta firme e com os dois pés no chão. Sem prolongar núcleos, sem
desperdiçar minutos em tela. Apenas caminhando para uma temporada sólida.

 

 


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Comente aqui!!!!