Sem categoria

Assistimos o primeiro episódio da 4° temporada de Fear The Walking Dead

E se a última temporada de Fear The Walking Dead fez a limpa nas personagens, neste novo início
de temporada (mais precisamente, a 4ª), a série apresenta pessoas novas na trama.
E como diz uma dessas personagens, gosto de pessoas novas.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A primeira e mais aguardada é a responsável pelo crossover entre Fear TWD e The Walking Dead
itself” (ou como dizem alguns, o spin-off/prequel de The Walking Dead), mais
conhecido como Morgan Jones.

Se você acompanha TWD sabe que Morgan não anda muito bem
da cabeça. Neste sentido, a produção cuida de relembrar ao telespectador as vozes
que ele ouve, mas fora isso, não existem maiores indícios de que este cara
tenha um problema. E nessas andanças e corridas aparecem os outros dois novos
personagens:
 John (Garret
Dillahunt) e Althea (Maggie Grace).

Basicamente este é um episódio que fala de solidão. Enquanto
Morgan atesta que na vida todos estão sozinhos e escolhe deliberadamente o caminho
que o conduz ao nada, outro caminho insiste em se impor a ele para provar que tal
declaração não é necessariamente verdade e que, se enfurnar no vazio pode não
ser uma das escolhas mais saudáveis.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Também fica claro que a partir deste ponto a série
vai jogar com a fórmula tempo e espaço. Como Fear TWD se contextualiza no início
do apocalipse dos mortos-vivo
s,
agora há a chance de saber qual ponto
foi este. Segundo Robert Kirkman, a segunda metade da 8ª
temporada de TWD se liga diretamente
à história da 4ª temporada de 
Fear e, como ele ainda diz que “vamos chacoalhar as duas séries de uma
maneira muito louca
, a tendência é que esta fórmula tempo e espaço seja escalada.
O único problema é que, neste episódio pelo menos, o salto temporal deixou a
coisa um pouco forçada, assim como o início que empurra Morgan para adentrar
nesta outra história, nesta outra série. Aliás, o porquê de Morgan ser a
personagem escolhida para transitar entre estes dois mundos também fica no ar.

Por essas e por outras é que o crossover parece fraco e o episódio acaba mais tendo cara de TWD do que qualquer outra coisa. Mas
considerando que, ainda que em canais diferentes, TWD acaba no mesmo
dia 15/04 e uma hora antes do início da nova temporada de Fear TWD, vale à pena assistir na sequência, até porque nesta nova
temporada existe a revelação do final de TWD.
Além disso, também haverá um novo Talking
Dead
falando exatamente sobre essa empreitada toda.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Conforme anunciado, Andrew Chambliss e Ian Goldberg (Once Upon a Time) se juntaram a Fear como showrunners, já nesta
temporada.
Adicionalmente, Scott M. Gimple, produtor
executivo e showrunner de The
Walking Dead
se tornou produtor executivo de Fear the Walking Dead.
Tudo isso pode ser indicativo de uma mudança positiva.
Quem sabe também vejamos um pouco mais sobre os zumbis e um mundo novo e curado,
coisas
que,
há tempos, andam em segundo plano nas histórias.

Comente aqui!!!!