Sem categoria

REVIEW | Riverdale – Quando a incoerência prevalece (3×12/3×13 C/ Spoilers)

Por mais que eu tenha defendido esse terceiro ano de Riverdale tenho certeza que futuramente quando olharmos para trás ela será considerada a temporada mais sem noção e instável da série. É quase como a 6° temporada de Supernatural. Você sabe que ama a série mas só quer esquecer que esse ano existiu. 


Nos últimos dois episódios vimos os núcleos cada vez mais dispersos e eu diria quase que em cima do muro em assumir de vez o tema “G&G” e seu ano sombrio. Claro, Riverdale sempre teve diversos paralelos em uma temporada só. Mas esse ano parece que eles não estão conversando entre si. Indo mais a fundo na comunidade de fãs cheguei ao denominador mais comum sobre o que faz falta nessa temporada. A amizade. Quem por acaso começar a série da 3° Temporada nunca poderia imaginar que Archie, Veronica, Jughead e Betty são melhores amigos. Há essa altura é até estranho considerar isso. Posso contar no dedo, os episódios que eles tiveram cenas juntos. A última cena em que todos trabalharam juntos foi quando Archie escapou da prisão e depois disso foi cada um para um lado diferente.



Jughead e Betty ainda mantém certo contato, mas é confuso o título de rainha dos Serpentes ser dela quando raramente ela participa de algo da gangue. Faz total sentido Toni ser a rainha. Por que não? Eles realmente precisam inventar um núcleo para ela e Cheryl terem mais o que fazer na série do que somente serem um casal? É um completo desperdício. Venho dizendo isso desde a primeira temporada. Cheryl é muito injustiçada. Ela é um personagem maravilhoso e merece um lugar de destaque.  


É óbvio que os Ghoulies se juntarem aos Serpentes é uma má ideia e me pergunto agora se a mãe de Jug não tenha algo a ver com o Rei Gárgula. E por mais improvável que seja volto a suspeitar se FP Jones possa ser o Rei. É ridículo se for. Mas Riverdale sempre teve soluções óbvias para seus vilões. (Black Hood nunca será esquecido e não de uma boa maneira).


A obsessão de Betty pela fazenda meio que se tornou a do público geral. Quem eles são? E por que esse Edgar nunca apareceu. O quão mais vão enrolar para revelar tudo isso? 


Outro momento incoerente desse ano é a completa falta de utilidade de Josie. Ela canta bem, todo mundo já sabe disso, mas é só isso que ela pode fazer? A coitada só aparece pra cantar ou dizer que não quer nada sério com um cara para logo em seguida ficar com Archie? Oi? 


Veronica está a caminho de se envolver cada vez mais nos negócios da família. Entendo que ela quer proteger seus amigos e seus pais. Mas ela só toma decisões erradas. E é compreensivo ela é uma criança brincando num mundo de adultos. E seu isolamento só a fará ir por um caminho que poderá fazê-la perder ambos os lados.


Com dois episódios que não definem o destino do que virá nos episódios a frente. Riverdale tem momentos irregulares e que a prejudicam ao não se manter em uma linha mas ao se enrolar em várias.

Comente aqui!!!!