Luis Vuitton anuncia que não lançará mais nada que remete a Michael Jackson

O documentário “Deixando Neverland”, sobre as acusações de pedofilia envolvendo Michael Jackson continuam causando prejuízo a carreira do rei do pop.


Em um comunicado oficial, o site da marca Luis Vuitton (WWD), disse que não comercializará produtos que fazem referência direta a Michael Jackson, em respeito ás vítimas de abuso e estupro. 


Em sua defesa Virgil Abloh, disse sua intenção era transmitir o trabalho de Michael Jackson e não suas ações.


“Nós nos referimos ao seu legado, que influenciou toda uma geração de artistas e designers. Estou ciente de que, à luz deste documentário, o programa causou reações emocionais. Eu condeno estritamente qualquer forma de abuso infantil, violência ou infração contra quaisquer direitos humanos. Achamos as alegações do documentário profundamente perturbadoras. A segurança e o bem-estar das crianças é de extrema importância para a grife e estamos totalmente comprometidos em defender essa causa.“, escreveu Abloh.

Comente aqui!!!!