Sem categoria

CRITICANDO | “Nós” – O copo tá meio cheio ou meio vazio?



Tudo é lindo quando tudo dá certo, mas existe beleza na controvérsia? 


Adelaide (Lupita Nyong’o) e Gabe (Winston Duke) decidem levar a família para passar um fim de semana na praia e descansar em uma casa de veraneio. Eles viajam com os filhos e começam a aproveitar o ensolarado local, mas a chegada de um grupo misterioso muda tudo e a família se torna refém de seus próprios duplos.


Lá vamos nós para dentro da cabeça maluca de Jordan Peele de novo, fazendo filmes que parecem versões estendidas de episódios de “Black Mirror” para desafiar e por que não DESGRAÇAR as nossas cabecinhas?


Aqui acompanhamos a trajetória de Adelaide em busca de esquecer um trauma de infância enquanto tenta ter um final de semana decente em família.


Antes de tudo eu preciso EXALTAR como é inacreditável a mulher chamada Lupita Nyong´o! Ela domina o filme inteiro, dando um show de atuação em seus dois personagens. Passando loucura, medo, desespero, sadismo com uma maestria absurda. É impossível tirar os olhos da tela principalmente quando a sua “dupla” está lá.


Aí já entramos no mérito completo do diretor Peele que tem como maestria como lidar com seus atores. Todos os detalhes na fala, jeito, trejeitos, tempo cômico IMPECÁVEL e total domínio de câmera para fazer cenas inacreditavelmente lindas e assombrosas. A edição desse filme é uma barbaridade sem tamanho de boa. As músicas e trilha sonora se encaixam para compor tudo em uma bela e sincronizada dança com a sua montagem.


Tenho que destacar aqui também o papel da incrível Elisabeth Moss que apesar do pouquíssimo tempo de tela consegue entregar algo que se assemelha ao Coringa de Heath Leadger em suas feições (ALÔ DC PAGA NÓIS PELA IDEIA E DE NADA!).


Até agora só elogios certo? O copo tá cheio! Aí entram algumas decisões de roteiro…


O filme constrói a narrativa de forma perfeita, sem erros até o seu final porém desliza bastante na hora de se fechar a história. Sofre do mal que o Stephen King tem bastante: Não saber direito o que fazer com suas próprias escolhas.


O plot twist é meio atabalhoado e confuso,uma vez que várias coisas,parando pra pensar depois porque na hora é TOTALMENTE DO BALACOBACO, não se encaixam perfeitamente, deixando assim o espectador com uma sensação agridoce ao sair da seção. Não quer dizer que é ruim ou que estrague a experiência, de forma alguma, gera o debate,porém me vi incomodado ao sair, sem ter a total ciência se havia gostado ou não… Se havia um pano de fundo, uma metáfora (ALÔ BIRD BOX) ou algo do gênero que eu não tinha sacado.


“Nós” é mais difícil de se ver do que “Corra!” porém igualmente feito para o desconforto de quem assiste, mantendo sua atenção e tensão o tempo inteiro na tela.


Dirigido por Jordan Peele (Corra!) e com elenco de Lupita Nyong´o (Pantera Negra), Winston Duke (Pantera Negra), Elisabeth Moss (The Handmaid´s Tale), Tim Heidecker (Férias Frustradas) entre outros o filme estreia no Brasil dia 21 de Março de 2019.


NOTA: 4/5

Comente aqui!!!!