Quando foi anunciado que haveria um spin-off de The Originals e de Pretty Little Liars eu pensei. Pra que? Realmente precisamos disso? Mas Legacies foi uma maravilhosa surpresa. Tirou qualquer dúvida que eu tinha quanto sua história logo no piloto. Mas PLL: The Perfectionists ainda cambaleia entre o necessário e o apelativo.

Não que a série seja ruim. Ela não é. Mas ela não entrega o suficiente para explicar sua existência. Trazer Alison e Mona, duas das mais controversas personagens de PLL, ao mesmo tempo que foi uma jogada inteligente, ofusca todo o resto do elenco. São bons atores, mas a história, os diálogos, e a sombra das veteranas, os torna simplórios e quase tediosos.

Pode ser cedo para se apegar a algum personagem. Mas se um personagem é carismático e bem apresentado, ele não precisa de dez episódios ou mesmo uma temporada inteira para conquistar o público. E é o que mais peca The Perfectionists. Não há química e originalidade em seu elenco jovem. São sem graça e overacting. Os diálogos são fracos e por mais que eles ocupem boa parte da tela, não conseguem manter o interesse, o mistério e suas reações não condizem com a situação atual que se encontram. 

Confesso que amo um mistério. “Quem matou?”, “quem morreu?”. Me inscreva nisso, estou dentro. Mas após sete anos vendo o densenrolar de “A” em PLL tudo que eu menos quero é passar por isso de novo. Tudo que eu menos quero é ver Alison e Mona passando por isso de novo.

É até estranho ver Mona em uma posição de não suspeita. Mesmo que ela continue sendo louca, ainda assim, seria óbvio demais coloca-la em uma posição de vilã. Então me pergunto o que planejaram para ela. Claramente ela tem algo a ver com a vigilância do campus. Mas o que mais? Será que ela sabe que Taylor está viva?

O grande problema em The Perfectionists é que sua série “mãe” teve um final. Teve um felizes para sempre. Então, reviver uma série finalizada explorando os mesmos plot soa velho e desnecessário.

Se você era fã de Pretty Little Liars pode querer conferir mas não espere nada novo ou surpreendente logo de cara. Diferente de Legacies, The Perfectionists mantém a mesma atmosfera misteriosa que ao invés de soar nostálgica acaba soando ultrapassada. 

PS: Por favor, por que tanto suspense em cenas nada a ver? Forçado!

Deixe uma resposta