De acordo com o Omelete, o antigo sócio e cuidador de Stan Lee, Keya Morgan, foi preso por ter abusado do idoso. Morgan que sempre esteve ao lado do quadrinista está sendo acusado de pegar nada menos que S$262 Mil em autógrafos de Lee.

Vale lembrar que em 2017, Stan assinou um documento em que acusava Jerardo Olivarez (cuidador de Lee na época), Morgan e Kirk Schenck (advogado do quadrinista), de estarem mexendo em seu dinheiro.

Após esse episódio, a lenda demitiu quase todas as pessoas que trabalhavam pra ele e contratou novas, incluindo Morgan.

Deixe uma resposta