Ir para conteúdo

Por conta de cena de estupro bem realista, pessoas abandonam sessão de “The Nightingale” em festival de cinema

O longa “The Nightingale”, drama da diretora Jennifer Kent que comandou o aclamado “Babadook”, que estreou nesta semana no Festival de Cinema de Sidney 2019, fez várias pessoas levantarem da cadeira e saírem da sessão.

O motivo é que o filme conta a história de Claire, uma ex-presidiária irlandesa de 21 anos presa na Tasmânia, em 1825 e nos 30 primeiros minutos do longa, a protagonista é estuprada por diversas pessoas em uma cena bem realista.

De acordo com o IndieWire que conversou com algumas pessoas presentes no festival, o “filme é apenas uma demonstração de violência sexual”.

Uma outra mulher afirmou que saiu da sessão por ser repugnante mostrar uma mulher sendo estuprada brutalmente duas vezes.

O filme ainda não tem previsão de estreia no Brasil, mas nos Estados Unidos deve ser lançado em agosto.

Categorias

Cinema

Tags

premiereline Ver tudo

Sua maior fonte de cultura pop!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s