Diretor de “X-Men: Primeira Classe” recomenda que o novo reboot de “Quarteto Fantástico” seja ambientado nos anos 60

Após a Disney comprar a Fox Filmes, ficou mais que confirmado que em breve teremos um novo reboot de “Quarteto Fantástico” nos cinemas.

Com isso, o cineasta Matthew Vaughn, que dirigiu “X-Men: Primeira Classe”, em conversa com o Cinema Blend, deu algumas recomendações ao estúdio, para quando o reboot for realizado.

 “Como o homem que produziu o último terrível Quarteto Fantástico, que disse que seria horrível desde o primeiro dia mas ninguém me ouviu, acho que o Quarteto Fantástico é uma versão em live-action de Os Incríveis. É a história em quadrinhos comercialmente mais viável da Marvel. Kevin Feige se apossará disso e provavelmente fará uma obra-prima. Já o mundo dos X-Men pode ficar na geladeira por um tempo. Precisa de um pouco de espaço para respirar.”

O diretor ainda revela desejo de ver o novo filme sendo ambientado na década de 60, igualmente X-Men.

 “Foi o que fiz com os X-Men. Foi quando essas ideias nasceram e é um momento mais fácil da história. Quero dizer, fazer super-heróis no mundo moderno é muito mais difícil, por conta da tecnologia. Antes, havia limites e horizontes mais claros. Hoje, nada mais é impressionante.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *