Review Séries

REVIEW | Euphoria – Um final agridoce a vista? 1×5/1×6 (c/spoilers)

Fica claro que Euphoria não pretende abordar a simplicidade ou a normalidade em sua história. Cada personagem parece ter sua parcela de distorções, traumas e dilemas.

Ao juntar o episódio anterior (Bonnie and Clyde) e seu mais recente lançado (The Next Episode) temos a melhor sequência lançada por Euphoria, cimentando um futuro sombrio e caótico pela frente. Desenhando o lado mais cru e feio da adolescência, abraçando todos os erros e escolhas que moldam uma pessoa na fase mais crucial da vida.

É importante que a série se proponha a expor relacionamentos destrutivos quando para os espectadores tudo parece ser perfeito. Não existe tal coisa. Vivendo em um mundo de aparências e coisas supérfluas, vendo um casamento sem amor entre os pais, Maddy se recusa a ter pouco ou ser normal. Ela quer ser adorada, ter status e ter tudo do bom e do melhor. Ela se torna uma vítima de seus próprios desejos. Incapaz de separar um relacionamento saudável de doentio. De ser importante para alguém a ser posse.

Nate é o perfeito namorado. Mas por trás das aparências vemos um homem disposto a fazer tudo para manter sua imagem (montada e exigida pelo pai) e controlar tudo e todos. Maddy para ele é um objetivo, uma posse. Essa instabilidade é cada vez mais explorada seja por sua postura com Jules a suas agressões a Maddy.

Claro que sua influência e necessidade por controle iriam levá-lo a direções perigosas. Ele não se importa em usar pessoas a seu favor, contando que toda sujeira seja enterrada. É o tipo de pessoa que desde cedo aprende a usar o mínimo contra você e geralmente com o tempo se torna a pior das pessoas para se ter ao redor.

Mas tudo leva a conclusão que infelizmente algumas pessoas simplesmente saem impunes.

Já Cassie continua passando por diversos altos e baixos. Sexualizada ao extremo ela acaba não tendo confiança em sua personalidade e se deixa levar pelo fácil e o que se espera dela. Mas sempre na esperança que as pessoas enxerguem mais nela do que apenas um belo corpo. Vai ser interessante ver como será o desenrolar de sua relação com Chris já que ao que parece ela pode estar grávida.

Enquanto isso, Jules está cada vez mais presa a chantagem de Nate e não confiando em ninguém para contar o que acontece acaba afastando e machucando sua melhor amiga. Se lançando em um comportamento rebelde e inconsequente.

Rue pode começar a perceber que confiar sua reabilitação a uma pessoa não é a melhor ideia.

Olhando para o que pode acontecer no futuro, faltando apenas dois episódios para o final dessa 1° temporada. Pode-se esperar que tudo colida em uma espiral destrutiva que poderá ou não definir o que virá a seguir para alguns personagens ou se será o fim para outros.

Comente aqui!!!!