Roteirista explica porque Hulk não enfrentou Thanos em “Vingadores: Ultimato”

Em uma nova entrevista ao Backstory Magazine, o roteirista Stephen McFeely, de “Vingadores: Ultimato”, explicou o motivo pelo qual o grande Hulk não enfrentou o Thanos no filme.

“Eu sei que muita gente disse que estava ansiosa pela revanche [entre Hulk e Thanos]. Bom, isso faria todo o sentido se ele não tivesse se transformado no Hulk Inteligente. Ele é uma coisa totalmente diferente agora, e esse tipo de sentimento não é o que move suas ações agora. Então nunca pensamos algo como ‘Oh, agora ele realmente vai querer arrebentar Thanos'”, disse o escritor.

O “Ultimato” recebeu elogios por sua direção, atuação, trilha sonora, efeitos visuais, valor de entretenimento e peso emocional, com os críticos louvando seu ponto culminante da história de 22 filmes. Também quebrou vários recordes de bilheteria e arrecadou mais de US$ 2,7 bilhões em todo o mundo, tornando-se o filme de maior bilheteria de 2019. Foi o longa mais rápido da história a chegar a US$ 1 bilhão em receita, alcançando a marca em apenas 5 dias, além de ser também o mais rápido a atingir US$ 2 bilhões. Detém a maior abertura doméstica de todos os tempos, com US$ 1,2 bilhão mundialmente em seu primeiro final de semana em cartaz, superando o seu título antecessor, “Vingadores: Guerra Infinita”, que arrecadou US$ 640,5 milhões em 2018. Atualmente, o longa é a maior bilheteria da história do cinema, com a marca US$2,790 Bilhões.