Cinema Crítica

#mostrasp | O Que Não Mata – Documentário francês sobre estupro tem cineasta brasileiro como inspiração

Qual deveria ser a reação de uma mulher ao descrever o momento em que foi estuprada? Alexe Poukine, nascida em Rambouillet, um pequeno vilarejo na França, traz à Mostra Internacional de Cinema de São Paulo o seu segundo documentário “O Que Não Mata” que reúne diversos depoimentos de vítimas de estupro só que interpretados por atrizes e atores.

Conversei brevemente com Alexe no hall de um hotel em São Paulo e nossas primeiras palavras foram a respeito de outro documentário, desta vez brasileiro, que utiliza de atrizes profissionais para contar histórias de pessoas comuns. O filme nacional é “Jogo de Cena” do grande Eduardo Coutinho, onde podemos ver as consagradas Marília Pera, Fernanda Torres e Andréa Beltrão interpretando o papel de mulheres ordinárias expondo suas histórias. Nos primeiros minutos de bate papo, Poukine já se adianta e fala que o filme de Coutinho mostrou a maneira de contar a histórias dessas mulheres: “eu queria falar sobre isso, mas não sabia como”. A ideia de retratar o estupro veio durante a produção de seu primeiro documentário “Dormir, dormir dans les pierres” onde ela acompanha a vida de moradores de rua franceses.

Os textos lidos por profissionais de interpretação chegam com a missão de espatifar o conceito melodramático que acreditamos necessário na descrição de um evento traumático. Poukine lembra que ausência de emoções aparentes é extremamente comum pois quando sofremos algum trauma, nosso cérebro para de funcionar: “por isso alguns policiais e juízes duvidam de mulheres vítimas de estupro”. Com o artifício da ficção, conseguimos ver como aquela história seria contada por alguém que não presenciou o trauma.

Apesar de ter dois documentários lançados, o próximo projeto de Alexe Poukine é um longa metragem sobre suas experiências como mãe, onde além de dirigir ela irá interpretar a protagonista.

“O Que Não Mata” está sendo exibido na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Comente aqui!!!!