Cinema Crítica

CRÍTICA: O Relatório – Drama político revela casos de tortura na CIA

Depois de nos inundar com Reagens e Nixons, Hollywood começa a explorar um novo governo republicano: George W. Bush (o filho). Em 2018 tivemos “Vice” – sobre a ascensão de Dick Cheney, vice-presidente de Bush – arrecadando quase 80 milhões de dólares e ainda levando Globo de Ouro e Oscar para estante. Agora, em 2019, o renomado roteirista Scott Burns lança “O Relatório“, seu primeiro longa como diretor. O filme se passa após os ataque de 11 de setembro e mostra como Daniel J. Jones, funcionário do senado estadunidense, comanda uma investigação sobre casos de tortura realizados pela CIA em Iraquianos.

“O Relatório” é um tiro certo na carreira do diretor estreante, que tem em seu currículo roteiros como “Contágio” e o novo produto da Netflix “A Lavanderia”. Assim como nestes dois, Burns escreveu e produziu “O Relatório”, além de dirigir (é claro). Como um grande contador de história, Scott nos entrega um drama político não tão mastigado e não tão intragável, explicando o necessário sem subestimar a inteligência do público. O filme deve entrar para a lista de obras de investigação bem sucedidas, que inclusive brilham na temporada de premiações, como é o caso dos recentes “Spotlight” e “The Post”. Falando em premiações, “O Relatório” leva como temática aquilo que mais agrada a “Academia”: americanos sendo geniais e descobrindo podres de outros americanos não tão geniais. Este é um tópico comum nos awards (como os exemplos que já dei nesse texto) e por isso existem grandes chances de arrematarem algumas estatuetas.

Adam Driver interpreta Daniel e assim protagoniza o filme. O ator estadunidense faz um excelente trabalho no papel do investigador interino. Os tons da atuação de Driver no filme são uma montanha-russa e sem desequilíbrio, ele entende o timing perfeito e surfa nas nuances de emoção de seu personagem.

O longa estreou em Sundance e teve uma ótima recepção. Aqui no Brasil, o filme chega em ótimo momento, podendo ser usado como comparação à investigações que se colocam acima do poder executivo, revelando podres e crimes cometidos por toda e qualquer entidade política. “O Relatório” é uma ótima ilustração de um evento real contando uma história com a mais pura linguagem cinematográfica.

“O Relatório”estreia nos cinemas no dia 07 de novembro e dia 29 de novembro na Amazon Prime.

Comente aqui!!!!