Ir para conteúdo

REVIEW | Precisamos falar sobre o futuro de Riverdale (4×01 s/spoilers)

A quarta temporada de Riverdale começou, e ano após ano a série tem sobrevivido tanto pelos frutos que colheu em sua primeira temporada quanto pela massiva propaganda que recebe. Por que se formos bem honestos, a trama com o passar dos anos tem perdido todo e qualquer sentido.

Muitas vezes é difícil aceitar quando uma série que você gosta está indo de mal a pior. Mas acontece. Isso não te torna um fã ruim, apenas uma pessoa sensata e que enxerga que nem tudo que reluz é ouro. E Riverdale cada vez mais tem pecado no produto final que entrega ao público.

Confesso que gosto da série, mas a essa altura me encontro apegada ao carinho que sinto pelos personagens acima de tudo. Por que o roteiro em si me causa vergonha. São diálogos pobres, execuções mal planejadas, tudo em pró de o que choca mais, sem levar em conta a qualidade.

Riverdale é um drama adolescente e de mistério. Mas o quanto de mistério é necessário? A TV vem de utilizando de recursos como “quem matou quem” ou “quem morreu” há décadas e claro, isso sempre atraí pessoas. Afinal todo mundo ao menos um pouco ama um bom enigma. Mas usar isso toda temporada e deixar de lado a coerência e bom senso é quase que o lema de Riverdale. E realmente? O quanto mais podemos aguentar?

Toda temporada se inicia com o novo mistério e termina com sua resolução. No meio disso um mar de “fillers” rasos que fogem da razão e abusam da nossa inteligência. Riverdale tem tomado péssimas decisões. Involuindo seus personagens, quase que enaltecendo certos comportamentos onde nada e nenhum deles parece sofrer as consequências.

Seja Archie abraçando uma vida de violência e deixando de lado o sonho de cantar. Ou Betty constantemente se expondo a perigos inimagináveis como algum tipo de super-heroína. Não posso nem começar a falar sobre o desperdício que é a personagem de Cheryl, que agora parece estar cada vez mais doente ao ponto de conviver com o cadáver do próprio irmão? E aliás onde estão os pais desses garotos?

A lista é infinita.

Outro ponto questionável é a obsessão com o período escolar. Diferente de Riverdale, Legacies e Elite por exemplo, tem atores que parecem fazer parte do ensino médio. Já os atores de Riverdale por mais que tenham essa carinha de bebê, estão longe de aparentarem pertencer a escola. Duvido que eles cheguem a mostrar eles indo para faculdade, provável que a série tenha um salto temporal como muitas séries fazem, como Pretty Little Liars.

Cole Sprouse pode não parecer, mas tem 27 anos

Mas vamos ser realistas. Mesmo com sua audiência caindo. Riverdale ainda tem bons números. A série já rendeu dois spin-off para a emissora. E provável que isso ainda renda algo mais. Afinal, por que não uma série sobre Polly? Que só aparece pra causar problemas e some só pra Deus sabe onde.

Riverdale está em seu quarto ano e enquanto mantiver todo seu elenco original é bem provável que tenha muitos anos pela frente. Minhas apostas é que ela chegue até sua sétima temporada.

Ainda no início da temporada ela já eliminou o arco tão pouco desenvolvido da Fazenda e colocou um novo mistério em cheque. O sumiço e morte (??) de Jughead. É esperar que esse ano não seja uma cópia mal escrita dos outros.

PS: Edgar vestido de couro e tentando fugir num foguete? Eles não sabem o que é vergonha alheia?

PS²: Existe alguma forma gravitacional que faz todo serial killer acabar na cidade?

PS³: O que aconteceu com o bom e velho drama adolescente?

premiereline Ver tudo

Sua maior fonte de cultura pop!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s