Quando o primeiro trailer de “Sonic: O Filme” foi lançado, o desapontamento com o visual do clássico personagem foi praticamente unânime.

A reação do público ao novo visual do personagem titular foi tão violenta que o estúdio teve que voltar e mudar todo o design do filme. Isso fez com que o filme ficasse nos assuntos mais comentados de várias redes sociais. Com isso, muitos se perguntaram o que a Paramount Pictures estava pensando, ao lançar um produto com uma estética visivelmente ruim. Agora, sabemos que os responsáveis ​​estavam cientes de que o público odiaria a aparência do Ouriço Azul, mas eles decidiram avançar de qualquer maneira.

Segundo o We Got This Covered, o animador Max Schneider revelou recentemente que a Paramount tinha a sensação de que as pessoas não gostariam muito do novo estilo do ouriço animado. Eles acharam que o os fãs de cinema em geral aceitariam muito mais e não se importaria muito com as mudança, e os executivos pensaram que poderiam simplesmente enfrentar a reação inicial dos fãs.

Afinal, foi exatamente o que aconteceu com o filme de 2014 com “Tartarugas Ninjas”. Quem amava o material de origem desprezava o novo visual dos personagens, mas o filme ainda dominava as bilheterias por não sair da boca do povo pelo seu péssimo visual. Portanto, faz sentido que o mesmo aconteça com “Sonic”.

O estúdio adiou recentemente o lançamento do filme para corrigir o visual do personagem. O lançamento do novo trailer, teve uma recepção superior ao do primeiro.

O ouriço Sonic e seus amigos gostam muito de se divertir. Mas o cientista maluco Dr. Eggman entra em cena com o plano de dominar o mundo, transformando os seres vivos em robôs. É por isso, que Sonic e companhia unem forças para impedir as ações maquiavélicas de Eggman.

O elenco é formado por Jim CarreyJames MarsdenNeal McDonoughAdam Pally Bailey Skodje.

O projeto contará com Tim Miller diretor de Deadpool, como produtor, ao lado de Jeff Fowler, que virá como diretor do filme.

Nos Estados Unidos, Sonic: O Filme estreia em 14 de fevereiro de 2020. Ainda não se sabe quando o longa estreia no Brasil.