Review Séries

Review | Quem é você Alasca? (Uma das melhores minisséries do ano s/spoilers)

A moda de adaptações não passa. Felizmente algumas dessas adaptações acabam dando certo. Raramente elas superam a obra original. Looking for Alaska é um dessas raras exceções em que a adaptação é tão boa, senão melhor que o livro.

Lembro de ter lido o livro há dois anos atrás e ao ver a série o sentimento era de alívio, emoção e surpresa. A fidelidade a obra original é impecável. Os personagens são muito bem interpretados pelos atores, muito bem escolhidos por sinal.

Looking for Alaska é uma história de passagem. É uma história de primeiras vezes. De experiências. Mas acima de tudo, de amizade. Miles é um típico garoto tímido. Sem amigos, apaixonado por “últimas palavras” de pessoas mortas. Ele não é popular. Mas tudo muda quando ele entra para nova a escola onde conhece Chip, Takumi e Alaska.

A amizade que se desenvolve entre eles é reforçada pelo o que os torna forasteiros para os outros alunos mais populares e de famílias tradicionais, seja pela cor, sua origem ou por simplesmente não ser descolado o suficiente.

Miles e seus amigos criam um verdadeiro laço.

Mas, a série também aborda temas como bullying, trotes, preconceito e alcoolismo. Mostra de forma sutil como a maioria dos adolescentes não tem medo de morrer, por isso acabam não pensando nas consequências dos seus atos.

A falta de respeito pelas regras é uma maneira de se reafirmar e se posicionar diante de seus iguais. É viver intensamente e deixar sua marca.

O maior destaque está em Kristine Froseth (The Society) como Alaska Young. Ela dar vida a uma menina vítima de uma trauma de infância o que refletiu em seus relacionamentos e em sua saúde mental. É visível sua vulnerabilidade, sua tristeza. Mas infelizmente, ninguém vê. Ninguém a enxerga. Ninguém imagina o pior. Alaska é um reflexo da deficiência do sistema. Da sociedade. Que prefere acreditar no mais fácil do que simplesmente se recusar a aceitar um “estou bem” como resposta. Kristine é perfeita no papel. Passando todas as emoções necessários a personagem. É doloroso e real ver sua trajetória. E ainda mais, vê-la terminar tão cedo.

A forma como seus amigos e a escola lida com sua morte é crucial para a conclusão da série. É real e palpável.

Looking For Alaska com certeza é uma das melhores minisséries desse ano. Vale a pena conferir. É uma série para todos os públicos. Mostra como é possível fazer uma série sobre morte mas de maneira responsável e simples.

“To be Continued…” Young, Alaska.

0 comentário em “Review | Quem é você Alasca? (Uma das melhores minisséries do ano s/spoilers)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s