“O Cérebro” | Conheça o terror bagaceiro onde um cérebro alienígena vai crescendo conforme vai pensando e começa atacar uma cidade

Os anos 80 foi marcado por ínumeros filmes sem pé e nem cabeça e um deles é o famoso terror “O Cérebro” do diretor Edward Hunt.

Em 1988, um horror fiction (mistura de ficção científica com terror), foi criado no Canadá por pessoas que acreditavam estar fazendo um grande clássico, mas acabaram fazendo apenas mais um trash cult.

A ideia da trama podemos dizer que é até um pouco interessante, mas a equipe acabou perdendo o rumo. O plot se passa em uma cidade pequena, onde existe um Instituto de Pesquisas Psicológicas, que é dirigido pelo cientista louco Dr. Anthony Blakely (David Gale), auxiliado pelo violento enfermeiro Verna (George Buza), que tem a incrível ideia de criar um cérebro que faz as pessoas sofrerem uma lavagem cerebral.

O motivo? Para induzir a população a cometer assassinatos e suicidios. Pesado, né? Mas um dos espectadores percebe a merda e decide ir ao programa pra destruir o cérebro (ou isso, não tive paciência de assistir o filme todo). Mas o pior acontece: O Cérebro, após se alimentar de vários pensamentos, acaba crescendo, CRESCENDO, CRESCENDO até virar um monstro de 5 metros de altura e faminto.

Algumas cenas são tão ruins que até ficam hilárias, com direito a decapitação com um machado sem uma única gota de sangue, ou um ataque de motosserra rasgando a barriga de uma vítima, também sem a presença do líquido vermelho, que deveria jorrar em profusão, ou ainda uma cabeça sendo arrancada do corpo com um simples soco. Sem contar a total displicência do roteiro, totalmente desinteressado com detalhes ou coerência, citando como exemplo o simples fato do cérebro alienígena aparecer do nada e devorar suas vítimas, não esclarecendo como seria sua inverossímil locomoção.

Porém, por outro lado, a despeito do desfile de bobagens do roteiro, é interessante ressaltar uma pertinente crítica aos meios de comunicação, principalmente a televisão, pelos métodos utilizados para manipular as pessoas (nesse caso, incitando-as à violência e tornando-as marionetes sob o controle do Cérebro).

Confira um teaser dessa bagaceira abaixo:

Comente aqui!!!!