Pedro Dámian fala sobre documentário e reunião do RBD “Talvez a gente consiga quatro shows no Brasil”

Pedro Dámian produtor do fenômeno grupo musical latino RBD, em entrevista ao site Papel Pop falou novamente sobre o documentário e o suposto encontro do RBD para quatro shows no Brasil.

O produtor mexicano ao ser questionado sobre qual é a dificuldade do documentário sair, ele explicou que o projeto não está pronto

Para não perder nenhuma novidade do mundo do entretenimento, siga o Premiere Line no Instagram, Twitter e Facebook

“Não está pronto. Já revisamos as 200 horas gravadas e já montamos um plano estratégico de qual seria o conteúdo do documentário. Tenho trabalhando junto com Alonso Vera, que é meu sócio neste projeto, em como vamos montar esses 80 minutos com a verdade que queremos mostrar. Temos que fazer algumas gravações novas, temos que regravar entrevistas com eles para encerrar esse ciclo disse.

Pressionado pelos fãs para o tão aguardado documentário sair, Pedro ainda confirma que não terá nenhuma canção inédita dentro do projeto mas não descartou a possibilidade do grupo se reunir para a divulgação do material no Brasil com quatro shows no País.

“Veja bem, eu estive conversando com uns empresários brasileiros que conheci nas vezes que visitei o Brasil, pessoas que eram parte da gravadora do RBD naquele momento e agora têm uma empresa de produção de shows. Eles me disseram que iriam me fazer uma proposta e eu faria a proposta aos garotos… Não podem, não têm tempo, já têm famílias! Talvez a gente consiga o seguinte, quatro shows no Brasil. Talvez! Não quero prometer nada, porque depois me cobram muito e me dizem coisas nas redes sociais! Risos! Não depende de mim, não são minhas decisões. Eu posso propor, mas a decisão final é deles“.

Dámian lamenta que o encontro ainda não tenha acontecido por conta da agenda dos Exs-integrantes.

“Se há algo que tem impedido que isso aconteça é que todos têm atividades. Estão em filmes, séries e outras coisas mais, então não podem simplesmente dizer que farão uma turnê com 20 datas. “ finalizou!

Ao ser questionado qual integrante seria o primeiro a aceitar a “volta” do grupo, Pedro pondera.

“Não sei qual seria o primeiro, o que posso te dizer é que teria que ser algo muito pontual, muito bem organizado, como por exemplo quatro shows em duas ou três cidades, as mais importantes do Brasil. Quatro shows seria rápido, possível. Vamos ver. Mais do que convencê-los, acredito que eles precisam se convencer. É preciso que eles digam “e por que não?” finaliza!