Quentin Tarantino revela desejo de lançar o corte original de “Era Uma Vez em… Hollywood” com 4 horas e 20 de duração

Em entrevista ao Collider, o diretor Quentin Tarantino revelou o desejo de lançar uma versão estendida do seu novo sucesso, “Era Uma Vez em… Hollywood”.

Tarantino afirmou que ama o seu corte original de 4 horas de duração do longa estrelado por Leonardo DiCaprio e Brad Pitt.

Para não perder nenhuma novidade do mundo do entretenimento, siga o Premiere Line no Instagram, Twitter e Facebook

“Está tudo bem. Está tudo ótimo. Não sei se uma plateia sentaria para assistir, mas eu amo [o corte de 4 horas]. Então, mostramos a Tom Rothman [chefe da Sony] e foi tudo, tipo, ‘OK, aqui está. Sabemos que é um filme, mas talvez você possa nos ajudar porque gostamos de tudo'”, disse ele.

Los Angeles, 1969. O ator Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) fez sucesso numa série de western. Agora, ele planeja a carreira no cinema. O amigo e dublê dele, Cliff Booth (Brad Pitt), também quer seguir esses passos. Esta transição não é nada fácil, frente a competitividade em Hollywood. Mas tudo pode mudar, pois Rick é vizinho da estrela Sharon Tate. O longa é descrito como uma produção à la Pulp Fiction em Los Angeles durante o verão dos assassinatos cometidos pela família Mason.

No elenco estão confirmados Brad Pitt, Leonardo DiCaprio, Margot Robbie, Dakota Fanning, Emile Hirsch, Keith Jefferson, Burt Reynolds, Tim Roth, Kurt Russell, Michael Madsen.