Ir para conteúdo

Plot do cachorro de “John Wick” quase não saiu do papel

Para quem está esperando mais um filme da sequência de John Wick, fique sabendo que a história do personagem de Keanu Reeves quase foi bem diferente. Isso porque, lá no primeiro filme, o protagonista tem a mote de seu cão como fator para começar uma vingança. Mas essa morte quase não aconteceu!

É verdade, os produtores do filme relutaram em colocar a morte de um cachorrinho como motivo para John Wick se tornar uma máquina mortífera.

No entanto, os diretores Chad Stahelski e David Leitch resolveram colocar o plot, como forma de amolecer o coração do protagonista, que já seria um frio assassino durante todo o filme.

Derek Kolstad falou sobre a escolha que ajudou na construção e John Wick. “Mas sem essa conexão de cachorro e sem a alma subjacente e os batimentos cardíacos desse personagem, e também a leveza que ele traz ao personagem e a leveza que ele traz ao humor, isso foi fundamental. Em certos momentos, Chad e Dave, eles lutaram por isso, eles conseguiram e estavam certos. Eles continuaram a lutar pelo modo como veem certas histórias sendo exibidas em outros lugares. Eles se deram muito bem com isso. Eles são caras talentosos.”.

A escolha deu certo e o público se simpatizou com a causa de John Wick. Mais do que isso, o filme foi um sucesso e está indo para o quarto longa, ou seja, parece que o cachorrinho fez toda a diferença na imagem assassina que Keanu Reeves passou.

premiereline Ver tudo

Sua maior fonte de cultura pop!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s