Cinema

Filme “E o Vento Levou” é retirado do catálogo da HBO Max por conteúdo racista

O longa de sucesso “E o Vento Levou” lançado em 1939, foi removido do catálogo do HBO Max, serviço de Streaming da WarnerMedia, na última terça-feira (9). O filme vencedor de 8 Oscars, vem sendo criticado devido ao seu conteúdo extremamente racista por retratar proprietários brancos como heróis e escravos conformados com a escravidão.

A retirada ocorreu após um artigo publicado pelo jornal Los Angeles Times e escrito pelo roteirista do longa “12 Anos de Escravidão”, John Ridley, pedir que o filme fosse retirado, uma vez que “ignora os horrores da escravidão e perpetua alguns dos esteriótipos mais dolorosos das pessoas negras”. Apesar de já ter sido retirado do streaming, um porta-voz do HBO Max afirmou que o longa voltará a plataforma com uma discussão sobre seu contexto histórico e um aviso de suas representações racistas.

Na trama, Scarlett O’Hara é uma jovem filha de um proprietário de plantações e consegue tudo o que quer. No entanto, algo falta em sua vida: o amor de Ashley Wilkes, um nobre sulista que deve se casar com a sua prima Melanie. Então, tudo muda quando a Guerra Civil americana explode e Scarlett precisa lutar para sobreviver e manter a fazenda da família.

Após seu lançamento, “E o vento Levou” quebrou vários recordes no cinema e alcançou o topo de maior bilheteria de todos os tempos, mantendo-se na liderança até os dias atuais, quando ajustado pela inflação. Porém, apesar de ser considerado um dos melhores filmes de todos os tempos, sua visão da escravidão mostra “preconceitos étnicos e raciais que, infelizmente, têm sido comuns na sociedade americana”, de acordo com o HBO Max em comunicado:

Capa do filme “E o vento levou” de 1939

E o vento levou é um produto de seu tempo e descreve alguns dos preconceitos étnicos e raciais que, infelizmente, têm sido comuns na sociedade americana. Essas representações racistas estavam erradas na época e estão erradas hoje, e sentimos que manter esse título sem explicação e uma denúncia dessas representações seria irresponsável. Essas representações certamente são contrárias aos valores da WarnerMedia.”

O mesmo comunicado afirma que nenhum corte será feito no filme, “pois fazer isto seria como dizer que estes preconceitos nunca existiram”.

O longa é estrelado por Vivien Leigh, Clark Gable, Hattie McDaniel e Olivia de Havilland, “E o vento levou” fez grande história na premiação do Oscar ao vencer 8 estatuetas e coroar McDaniel como Melhor Atriz Coadjuvante, tornando – se assim, a primeira pessoa negra na história a ganhar a premiação, hoje considerada por muitos como uma premiação para pessoas brancas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s