Cinema

Enola Holmes e Netflix são processadas por violação de direitos autorais

Um dos lançamentos do mês de setembro mais aguardados da Netflix, Enola Holmes, já está envolvido em polêmicas. A plataforma, junto com a produtora Legendary Pictures, a editora Penguin Random House e a autora dos livros da personagem, Nancy Springer, estão sendo processados pelos proprietários da obra de Sherlock Holmes (criada por Arthur Conan Doyle).

Isso porque, apesar das histórias do famoso detetive serem de domínio público desde 2014, os últimos dez contos – publicados entre 1923 e 1927 – são de propriedade privada. De acordo com os proprietários da obra, as histórias sobre a irmã de Sherlock Holmes derivam especificamente destes últimos contos, em que o personagem desenvolveu uma nova personalidade (que estaria presente em Enola).

O processo foi encaminhado para a Corte Federal do Novo México no último dia 23. A produção da Netflix conta com Millie Bobby Brown e Henry Cavill no elenco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s