Grande Futuro! O que achamos da conclusão de “O Falcão e o Soldado Invernal”

A segunda série do MCU no Disney+, O Falcão e o Soldado Invernal, termina após 6 episódios emocionantes. A série, desenvolvida por Malcolm Spellman, segue a vida de Sam Wilson e Bucky Barnes após os acontecimentos de “Vingadores: Ultimato“, o peso que o título de Capitão América trás, a questão racial na América e os impactos que o “blip” de Thanos teve na sociedade e mundo político.

A série consegue abordar esses assuntos logo no começo mostrando como o grupo terrorista Apátridas eram apenas um fruto de um mundo que estava largado, que não tinha esperança de que as coisas voltariam ao normal, oferecendo ao expectador o seu ponto de vista. A questão social é um dos assuntos mais importante da série, colocando na perspectiva de Sam que a bandeira americana e suas cores são mais pesadas que o escudo do Capitão América e dificuldade que seria para um homem negro assumir o manto do herói, para ser o símbolo de uma nação com um histórico de ignorância. 

Para não perder nenhuma novidade do mundo do entretenimento, siga o Premiere Line no Instagram, Twitter e Facebook

Ao longo da série Sam é questionado por Bucky pelo fato dele ter desistido do escudo, ato que, indiretamente, fez com que o super patriota John Walker fosse escolhido pelo governo americano para assumir o titulo antes de Steve Rogers

Apesar de que ao longo de 6 episódios o show consiga se manter constante em relação aos assuntos apresentados, a série falha em dividir a atenção ao outro personagem principal, o Soldado Invernal. E, também, resolvendo de maneira rápida os problemas que os personagens estavam enfrentando. E talvez outro problema tenha sido o final corrido da série, as conclusões no ultimo episódio teriam tirado proveito de mais tempo para se desenrolarem, mas de qualquer forma os desfechos em si foram bem satisfatórios apesar da pressa com que foram concluídos. 

Independente dos problemas, a série aumenta o terreno para o futuro do Marvel Cinematic Universe, com a confirmação do quarto filme do Capitão América. Levantando questões como: qual será o impacto do novo Capitão, o futuro de Bucky no MCU, qual é a da Sharon Carter e quem é  Valentina Allegra de Fontaine e qual o interesse dela com John Walker, o Agente Americano. Temos um incrível novo Capitão América, e o futuro dessa história parece realmente empolgante. 

Escrito por Rafael Gaias