PREMIERE LINE

SUA MELHOR FONTE DE CULTURA POP

Segunda site, Gal Gadot e Patty Jenkins foram ameaçadas por Joss Whedon durante as gravações de “Liga da Justiça”

A chapa tá ficando quente para Joss Whedon, o diretor de Liga da Justiça (2017). Whedon vem à bastante tempo tendo acusações relacionadas a sua conduta nos sets de filmagens. Agora a acusação da vez é envolvendo a atriz Gal Gadot, a Mulher-Maravilha, e a diretora Patty Jenkins, no qual o cineasta teria ameaçado acabar com a carreira de ambas devido elas não concordarem com sua visão para o longa.

Fontes anônimas que estavam envolvidas na produção disseram ao The Hollywood Reporter que Whedon havia discutido com Gadot pela atriz não querer gravar falas com as quais ela não concordava. Caso não gravasse as cenas, Whedon ameaçou acabar com a carreira dela e de Jenkins.

Uma das testemunhas disse: “Joss estava explanando de que estava no limite com Gal. Ele disse a ela que, por ser o roteirista, ela iria calar a boca e dizer as falas, e que ele poderia fazê-la parecer incrivelmente estúpida no filme”.

Além disso outra fonte revelou que Gadot levou suas reclamações a Kevin Tsujihara, presidente da Warner Bros, por Whedon estar tornando sua personagem mais agressiva e que isso não estava de acordo com as características da personagem que foi apresentado no primeiro filme solo da heroína.

Até o momento, Whedon e Warner não falaram nada à respeito da matéria, porém respondendo a um questionamento do site, Gadot declarou “Eu tive meus problemas [com Whedon] e a Warner Bros lidou com isso de forma oportuna”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *