Executivo da Netflix abre o jogo sobre acordo com o cineasta Steven Spielberg

Scott Stuber, chefe de cinema da Netflix, deu uma entrevista a Variety, onde contou como e ter o cineasta Steven Spielberg na plataforma:

Foi um grande momento para nós. Em Wall Street, em toda a indústria, houve reconhecimento sobre as possibilidades que este negócio apresenta. Faremos grandes coisas juntos“.

Segundo Stuber, trazer Spielberg para a plataforma de streaming não foi só um mar de flores, já que causou alguns problemas com os donos de cinemas. O executivo conta que eles não ficaram felizes com a possibilidade de lançamentos simultâneos, como tem ocorrido com os longas da Warner Bros.

Mesmo assim, o acordo entre a Netflix e a produtora de Spielberg, a Amblin Entertainment, irá “cobrir vários novos filmes por ano“. O estúdio “espera produzir pelo menos dois filmes por ano” para o serviço de streaming com a possibilidade de que Spielberg dirija alguns deles.

Eu adoraria que ele fizesse filmes como The Goonies ou Indiana Jones para nós. Ele fez esse tipo de histórias ótimas melhor do que ninguém”, disse Stuber.

Vale ressaltar que os estúdios Amblin darão continuidade a maior parte de seu trabalho com a Universal, parceria de longa data do cineasta.

Essa é a primeira vez que os executivos da Netflix comentam sobre o acordo desde seu anúncio. Aparentemente, Spielberg gostou da plataforma de streaming após o lançamento do filme “Os 7 de Chicago“, em 2020.

Esse acordo foi o grande responsável por diminuir os conflitos entre Spielberg e os serviços de streaming. Anteriormente, o cineasta negava que fez pressão junto da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para negar filmes criados por empresas de streaming a oportunidade de concorrer ao Oscar

Eai, está ansioso pelas novas produções da Netflix com Steven Spielberg?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *