Produtor revela como conseguiu que James Gunn fosse para a Warner Bros

Em entrevista ao Deadline, o produtor Peter Safran contou em detalhes como surgiu a ideia de levar o cineasta James Gunn para a Warner Bros.

Shazam e Aquaman, as sequências dos primeiros filmes de sucesso de cada uma das franquias, já estávamos desenvolvendo esses filmes há algum tempo. Esquadrão Suicida era uma oportunidade muito mais oportunista. Surgiu porque, na verdade, na segunda-feira após James Gunn ser despedido pela Marvel – na sexta-feira ou na quinta-feira anterior – encontrei Toby Emmerich [presidente do Warner Bros. Pictures Group] na academia da Warner Bros. lá e ele disse, ‘Ei, diga a James que nós o amamos. Nós amamos James. O que quer que ele queira fazer, nós queremos fazer aqui – seja DC ou não, nós queremos trabalhar com ele’”.

E então eu fui até James, falei sobre algumas propriedades diferentes, mas eu realmente o lancei duro no Esquadrão Suicida porque eu pensei que ninguém reúne um grupo díspar de renegados e os envia em uma missão melhor do que James Gunn”.

Antes de assinar com a Warner, James Gunn estava envolvido em produções da Marvel para o MCU, porém, com o surgimento de tweets antigos e comprometedores, ele acabou sendo dispensado.

Mas a boa notícia é que James Gunn retornará para a Marvel para dirigir “Guardiões da Galáxia vol. 3“.

Vale lembrar que “O Esquadrão Suicida” será lançado em 6 de agosto na HBO Max e nos cinemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *